IMPLANTES DENTAIS

coroas de porcelana pura dentista implantes dentarios teresina clinica odontologica luiz gustavo oliveira piaui enxertos osseos

INDICAÇÕES E PRECAUÇÕES

O implante dentário é a terapia mais avançada para a substituição de um ou mais dentes perdidos. O implante é uma raiz artificial de titânio que serve para apoiar uma coroa dental de porcelana (dente).

Os implantes são amplamente utilizados em odontologia. Com uma elevada taxa de sucesso, milhares de artigos científicos e mais de 50 anos de testes clínicos, pode-se dizer que, hoje, os implantes são um tratamento seguro e previsível. No entanto, como qualquer outro procedimento médico-odontológico, ele tem suas indicações e precauções. Vamos listar as precauções mais comuns relacionados à terapia com implantes:

Idade

A idade mínima para a colocação de um implante dentário é de 18 anos. Nós não recomendamos a colocação de implantes dentários antes desta idade, porque os dentes naturais ainda estão em erupção. É possível que eles ainda tenham uma erupção passiva. O implante no entanto, é sempre fixo, e em poucos anos, a posição do dente restaurado - implante será maior do que os dentes naturais correspondentes. Isto irá resultar em um problema estético, difícil de corrigir. Na nossa filosofia, utilizamos restaurações provisórias para pacientes com menos de 19 anos de idade, e só colocamos implantes após essa idade, evitando complicações desta forma.

Diabetes

O diabetes é um dos fatores de risco para o tratamento com implantes. Pacientes diabéticos levam mais tempo para cicatrizar, e são mais suscetíveis a complicações pós-operatórias. No entanto, desde que a doença esteja compensada, ela não constitui uma contra-indicação absoluta ao tratamento, apenas um risco controlável .

Fumantes

O fumo e o tabaco são outro grande fator de risco para qualquer procedimento. Fumantes têm menos oxigênio no sangue. Isto resulta na vasoconstrição, ou fornecimento de sangue  mais lento para o local da cirurgia. Ao mesmo tempo, a nicotina interfere com o processo de formação do coágulo de sangue, fazendo a cicatrização ainda mais difícil. Assim, os fumantes terão aumentados os riscos da cirurgia em si, e de todo o resultado do tratamento. Recomendamos aos nossos pacientes a pararem de fumar ou reduzir drasticamente o número de cigarros que fumam.

Outras condições sistêmicas: osteoporose, HIV , hemofilia , radioterapia etc

Estudos mostram que não existem contra-indicações absolutas para a terapia de implante, desde que estas doenças estejam compensada, e a cirurgia seja bem planeada . Nestes casos, vamos exigir precauções extras e uma comunicação com o especialista que trata a doença sistêmica antes do tratamento com implantes.

 
Para mais informações, clique aqui

Descrição do tratamento
Indicações e precauções
Tipos de implante e critérios de selecção
Implantes na região anterior
Reabilitações orais complexas